Os Cristãos que Morreram Podem nos Ver do Céu?

Share

Pergunta de uma leitora:

Minha mãe faleceu recentemente. Ela era cristã e sei que está com o Senhor. Contudo, pode me dizer se ela pode me ver do céu?

Resposta

De acordo com o pensamento popular, o lugar que os cristãos vão quando morrem [o céu] é o mesmo lugar que eles passarão a eternidade. Mas isso não é o que as Escrituras dizem. Apocalipse 21:1-4 nos diz que, após o triunfo de Cristo, no “fim do mundo”, viveremos para sempre com ele na Nova Terra, como seres ressuscitados.

Enquanto isso, quando morrem, os crentes estão com Cristo. Minha mãe foi uma das pessoas mais próximas que já tive, e ela está lá faz vinte e três anos. Anelo pelo dia em que a verei novamente.

Os teólogos chamam este lugar onde minha e a sua mãe vivem agora de “Estado Intermediário”. Aprendemos muito sobre isso pela visão do apóstolo João em Apocalipse 6:9-11, que diz:

“Quando o Cordeiro quebrou o quinto selo, vi, debaixo do altar, as almas daqueles que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que deram. Clamaram com voz forte, dizendo: Até quando, ó Soberano Senhor, santo e verdadeiro, não julgas, nem vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? Então a cada um deles foi dada uma veste branca, e lhes foi pedido que repousassem ainda por pouco tempo, até que também se completasse o número dos seus conservos e seus irmãos que iam ser mortos como eles tinham sido”.

Essa passagem demonstra que aqueles que estão no céu são as mesmas pessoas – apenas se mudaram. Há continuidade na identidade desta vida para a futura. Sua mãe agora é um dos que Hebreus 12:23 chama de os “espíritos dos justos aperfeiçoados”.

Observe que os mártires estão conscientes do que acontece na terra quando eles pedem a Deus: “Até quando, ó Soberano Senhor, santo e verdadeiro, não julgas, nem vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra?”.

Eles sabem que aqueles que os mataram ainda não foram julgados. Isso significa que os mártires se lembram de suas vidas na terra, mesmo que tenham sido assassinados.  Alguns dizem que as pessoas no céu não podem se lembrar ou ver a vida na terra, porque saber do mal diminui a felicidade do céu. Mas isso não é verdade. A chave para a alegria do céu não é o desconhecimento, mas a perspectiva.

Por exemplo, quando chamados do céu para a Transfiguração, Moisés e Elias “apareceram em glória e falavam da morte de Jesus”. Eles falaram sobre a partida de Jesus, que ele estava prestes a cumprir em Jerusalém (Lucas 9:31). Eles estavam plenamente conscientes do que estava acontecendo na Terra, e o que Deus estava prestes a fazer.

Considere também isto: Cristo se referiu sobre “alegria no céu por um pecador que se arrepende” (Lucas 15:7). Da mesma forma, ele disse: “a mesma alegria existe diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende” (Lucas 15:10 ).

O texto não fala de alegria pelos anjos, mas na presença dos anjos. Certamente, isso inclui os santos no céu, que ficariam felizes com as conversões humanas, especialmente daqueles que conheceram e amaram na terra. Para se alegrarem de conversões na terra, eles devem estar conscientes do que está acontecendo na Terra – não em geral, isto é, sobre tudo, mas especificamente, sobre algumas coisas.

Hebreus 12:1-2 nos diz que “corremos com perseverança a carreira que nos está proposta”. Isso evoca a imagem das competições gregas observadas por multidões de fãs absorvidos, sentados em estádios antigos. Os santos que foram antes de nós são chamados de “grande nuvem de testemunhas”. Essa imagem sugere que esses santos, veteranos e atletas espirituais nos observam e nos animam do grande estádio do céu. (Note que é dito que as testemunhas “nos rodeiam” e não apenas nos precedem).

A terra é o centro do palco, aguardando o evento climático do universo: o regresso de Cristo. No céu, Cristo observa atentamente o que acontece na terra, especialmente na vida dos crentes (Apocalipse 2-3). Se a atenção de Deus está na terra, por que a atenção de seus assuntos também não estaria aqui?

Portanto, eu acredito que as Escrituras claramente sugerem que sua mãe, que agora está no céu, está testemunhando o plano de desdobramento de Deus na terra. Ela mora em um lugar onde a alegria é o ar que ela respira, e nada que ela vê na terra pode diminuir essa alegria. Sua alegria não depende do desconhecimento, mas da perspectiva, focada no Cristo em cuja presença ela vive. Se você está seguindo a Jesus, sem dúvida, sua mãe se regozija por você. Ela está ansiosa para a sua grande reunião. Na verdade, quando você entrar no céu, é provável que ela esteja entre os que estão lá com Jesus para dar-lhe as “boas-vindas” (2 Pedro 1:11).

 

 

Autor: Randy Alcorn

Fonte: Eternal Perspective Ministries

Tradução: Leonardo Dâmaso

Divulgação: Reformados 21

 

 

Reformados 21. Todos os direitos reservados. Você está autorizado a compartilhar os artigos deste site para republicações, desde que informe o autor, tradutor (quando houver) e as fontes principais e intermediárias, inclusive o Reformados 21. Não é permitido a alteração do conteúdo original e a utilização para fins comerciais.

Leonardo Dâmaso
Leonardo Dâmaso
Mineiro, de Divinópolis. Criador e editor-chefe do Reformados 21. Servo de Cristo, músico, compositor, teólogo, escritor, apologista, tradutor e blogueiro. Faço parte da JET - Junta de Educação Teológica do IRSE - Instituto Reformado Santo Evangelho.