26 de Dezembro – Procurando Deus

Share

Quantas vezes você já ouviu cristãos dizerem (ou ouviu as palavras da sua própria boca): “bem, ele não é um cristão, mas está procurando?!” É uma afirmação comum entre os cristãos. A ideia é que existem pessoas em todo o lugar que estão à procura de Deus. O problema deles é que simplesmente não conseguiram encontrá-Lo.

No Jardim do Éden, quando o pecado veio ao mundo, quem se escondeu? Jesus veio ao mundo para buscar e salvar os perdidos. Jesus não era aquele que estava escondido. Deus não é um fugitivo. Somos os únicos a fugir. A Escritura declara que os ímpios fogem quando ninguém os persegue. Como Lutero observou: “O pagão estremece no sussurro de uma folha. O ensino uniforme da Escritura é que os homens caídos estão fugindo de Deus”.

As pessoas não procuram a Deus. Elas buscam os benefícios que só Deus pode dar a elas. O pecado do homem caído é este: ele procura os benefícios de Deus enquanto foge do próprio Deus. Somos, por natureza, fugitivos.

A Bíblia nos diz repetidamente para buscarmos a Deus. A conclusão que extraímos desses textos é que, como somos chamados a buscar Deus, isso deve significar que nós, mesmo em nosso estado caído, temos a capacidade moral de fazer essa busca. Mas, quem está sendo abordado nesses textos? No caso do Antigo Testamento, é o povo de Israel, que é chamado a buscar o Senhor. No Novo Testamento, os cristãos são chamados a buscar o reino.

Na presença de Deus

Você está buscando os benefícios que Deus pode lhe dar ou buscando o próprio Deus?

Passagens para estudo adicional

Isaías 55:6; Mateus 7:7; Apocalipse 3:20

Leonardo Dâmaso
Leonardo Dâmaso
Mineiro, de Divinópolis. Criador e editor-chefe do Reformados 21. Servo de Cristo, músico, compositor, teólogo, escritor, apologista, tradutor e blogueiro. Faço parte da JET - Junta de Educação Teológica do IRSE - Instituto Reformado Santo Evangelho.