25 de Dezembro – Anelando Deus

Share

Em certo sentido, somos felizes por não podermos ver Deus. Se, por um segundo, o véu fosse removido e nós vislumbrássemos o rosto de Deus, morreríamos imediatamente. Sua refulgência é tão brilhante, Sua glória é tão deslumbrante que, em nosso estado corrompido atual, não poderíamos suportar a visão de Deus. Ele permanece invisível como um ato de proteção da graça. Enquanto permanecermos infectados pelo pecado, estamos condenados a vaguear cegos no mundo em relação a Deus. Podemos ser confrontados pela Sua Palavra e curados pelo ministério secreto de Seu Espírito, mas não podemos ver a suprema beleza do Seu rosto.

Mas temos um sonho; mais do que um sonho. Temos a certeza da promessa de que um dia o veremos frente a frente. O coração de cada cristão anseia pelo rosto de Cristo. Anelamos olhar diretamente para Deus, mesmo sem medo de sermos consumidos. O anseio profundo será cumprido um dia.

A visão futura de Deus é chamada de “Visão Beatifica”, pois trará no seu rastro a abençoada consumação pela qual fomos criados e resgatados. Uma das bem-aventuranças faladas por Jesus foi: “Bem-aventurados os puros de coração, porque verão Deus” (Mateus 5:8). No céu, seremos puros de coração. No céu, veremos a Deus.

Na presença de Deus

Você anseia por ver Deus? Reflita sobre a Sua promessa: “Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus”.

Passagens para estudo adicional

1 João 3:1-3

Leonardo Dâmaso
Leonardo Dâmaso
Mineiro, de Divinópolis. Criador e editor-chefe do Reformados 21. Servo de Cristo, músico, compositor, teólogo, escritor, apologista, tradutor e blogueiro. Faço parte da JET - Junta de Educação Teológica do IRSE - Instituto Reformado Santo Evangelho.