19 de Dezembro – Aceitando a Correção do Pai

Share

Algumas pessoas dificilmente pensam em Deus como “Pai” por causa do horrível abuso que sofreram pelas mãos de seus pais terrenos. Mas Deus é um Pai que nunca abusa de seus filhos, embora Ele os castigue. Deus disciplina

Amei profundamente o meu pai terreno. Na verdade, eu o idolatrava. Eu estava seguro em seu amor, como ele era constante em demonstrar afeto por mim. Eu o temi no sentido de que eu não queria desapontá-lo. Eu tinha o “medo” de respeito por ele. Mas eu também temia a sua ira e a sua disciplina. Ainda que, em geral, eu não quisesse decepcioná-lo, todavia, por muitas vezes, eu o desobedeci. Isso significava enfrentar a sua disciplina.

Quando meu pai me disciplinava, ele sempre dizia: “Filho, temos que conversar”. Isso significava que eu tinha que segui-lo até o seu escritório, fechar a porta e me sentar em uma cadeira na frente dele. Ele não aumentava a voz. Ele calmamente me mostrava o que eu fiz de errado e por que estava errado. Ele me instruía de uma forma que eu ficava devastado. Ele sempre terminava a conversa com um abraço caloroso. Devemos falar sobre a convicção do pecado.

Na presença de Deus

Você pode aceitar a correção de seu Pai celestial? Você responde adequadamente? Ore sobre isso.

Passagens para estudo adicional

Hebreus 12:6-7; Hebreus 12:10

Leonardo Dâmaso
Leonardo Dâmaso
Mineiro, de Divinópolis. Criador e editor-chefe do Reformados 21. Servo de Cristo, músico, compositor, teólogo, escritor, apologista, tradutor e blogueiro. Faço parte da JET - Junta de Educação Teológica do IRSE - Instituto Reformado Santo Evangelho.