6 de Dezembro – Experimentando a Alegria Sobrenatural

Share

No Evangelho de João, Jesus expôs sua declaração de que Ele é a videira e nós somos os ramos: “Tenho lhes dito estas coisas para que a minha alegria esteja em vocês, e a minha alegria seja completa” (João 15:11).

Este texto indica que a alegria do cristão não é a alegria natural da vida humana. É uma alegria sobrenatural que tem a sua fonte sobrenatural. É a obra de Cristo dentro de nós. Embora Jesus tenha falado sobre a alegria dele em nós, ainda assim é a nossa alegria, uma vez que está em nós. Ele é sua fonte e seu poder, mas ainda é a nossa alegria.

Jesus também falou do fim ou propósito de sua alegria em nós, a saber, que a nossa alegria seja completa. O termo completo fala de uma fase, neste caso uma posição final. Não há mais alegria do que a alegria plena. Contudo, podemos experimentar alegria parcial ou menos plena, não porque haja variações na alegria de Jesus, mas porque há oscilações no grau de nossa permanência em Cristo.

Não podemos perder a salvação, mas no processo de santificação, experimentamos maiores e/ou menores graus de comunhão com Cristo. Aqui, nossas vontades são importantes, porque somos chamados a permanecer nEle.

Na presença de Deus

Peça a Deus uma alegria sobrenatural para inundar sua vida.

Passagens para estudo adicional

João 15:11; Isaías 61:1, 3; Isaías 61:7

Leonardo Dâmaso
Leonardo Dâmaso

Mineiro, de Divinópolis. Criador e editor-chefe do Reformados 21. Servo de Cristo, músico, compositor, teólogo, escritor, apologista, tradutor e blogueiro. Faço parte da JET – Junta de Educação Teológica do IRSE – Instituto Reformado Santo Evangelho.