13 de Outubro – Rejeitando a Falsa Garantia

Share

Se pensarmos que a Bíblia ensina a salvação universal, podemos chegar a uma falsa sensação de segurança, raciocinando da seguinte forma: Todo mundo é salvo. Eu sou um corpo. Portanto, eu sou salvo.

Ou, se pensarmos que a salvação é obtida pelas nossas boas obras, e ficarmos mais iludidos ao acreditar que possuímos boas obras, teremos uma falsa garantia de salvação.

Para termos uma garantia verdadeira, devemos entender que a nossa salvação depende do mérito de Cristo, que é atribuído a nós quando o abraçamos pela fé genuína. Se entendermos isso, a questão remanescente é: “Eu tenho a fé verdadeira necessária para a salvação?”

Novamente, duas outras coisas devem ser compreendidas e analisadas corretamente. A primeira é doutrinária. Precisamos de uma compreensão clara do que constitui uma genuína fé salvadora. Se entendermos que a salvação pela fé existe em um vácuo, a qual nunca produz frutos de obediência, confundimos a fé salvadora com a fé morta, que não pode salvar ninguém.

O segundo requisito envolve uma análise sensata de nossas próprias vidas. Devemos nos examinar para ver se o fruto da regeneração é aparente em nossas vidas. Temos uma verdadeira afeição para com o Cristo das Escrituras? Somente a pessoa regenerada possui um verdadeiro amor pelo Jesus real. Em seguida, devemos fazer a difícil pergunta: “Minha vida manifesta o fruto da santificação?” Eu testei minha fé pelas minhas obras.

Na presença de Deus

Qual é a sua resposta para as questões enunciadas nesta leitura? Você tem a fé genuína necessária para a salvação? Você tem uma verdadeira afeição para com o Cristo das Escrituras? Sua vida manifesta o fruto da salvação?

Passagens para estudo adicional

Salmo 9:14; Salmo 13:5; Salmo 20:5

Leonardo Dâmaso
Leonardo Dâmaso

Mineiro, de Divinópolis. Criador e editor-chefe do Reformados 21. Servo de Cristo, músico, compositor, teólogo, escritor, apologista, tradutor e blogueiro. Faço parte da JET – Junta de Educação Teológica do IRSE – Instituto Reformado Santo Evangelho.