As Fases da Santificação Bíblica

Share

Você provavelmente ouve muito acerca do trabalho santificador de Deus em sua vida através de Sua Palavra. Mas o que esse processo parece? Como você sabe se a verdade viva da Escritura está realmente trabalhando em sua vida? Como você sabe que a Palavra de Deus realmente criou raízes em sua vida?

Para ajudá-lo a entender seu próprio crescimento espiritual e como a Palavra de Deus trabalha em sua vida, quero ressaltar as fases no processo de santificação com três palavras simples.

A primeira é a cognição. O padrão de Deus para o crescimento espiritual começa com o entendimento do que a Bíblia diz e o que ela significa. O significado da Escritura é a Escritura; se você não sabe o que ela significa, você não tem a verdade. Assim, o processo de crescimento espiritual começa com o entendimento do que a Bíblia diz.

Há muitos anos atrás, quando eu era criança, a importância de conhecer e entender a Palavra de Deus estava gravada em mim. Eu comecei a ler a minha Bíblia repetidamente – dia após dia, uma e outra vez. Quanto mais eu lia, mais informações eu era capaz de absorver de cada livro. Depois de alguns anos, eu estava convencido com o entendimento de que a Bíblia é a sua própria intérprete. E você pode perceber essa convicção confirmada em meus ensinamentos até hoje.

A verdadeira santificação começa com a renovação de sua mente. Você deve conhecer a verdade, simples assim. Não há prêmio na ignorância na santificação. Você não vai chegar lá através de uma experiência emocional ou mística. O crescimento espiritual não acontecerá por osmose; requer a disciplina de colocar constantemente a verdade de Deus em sua mente.

Não confunda fé infantil com pensamento infantil. Não há atalhos na santificação. A falta de conhecimento bíblico irá retardar o seu crescimento espiritual. Além da verdade da Escritura, não há mecanismo para conter sua carne pecaminosa. O legalismo não pode fazê-lo. O pragmatismo também não. O mesmo acontece com o misticismo e o sacramentalismo. O único método infalível para o verdadeiro crescimento espiritual começa com a absorção da verdade eterna de Deus.

A cognição leva a um segundo passo: convicção. À medida que você cresce na sua compreensão da Bíblia, você começa a desenvolver convicções por esse entendimento. Essas convicções ou crenças determinam como você vive, ou pelo menos como se esforça para viver. Quando a verdade de Deus toma conta de sua mente, ela produz princípios que você não deseja violar. Isso é santificação – é a transformação do seu coração e da sua vontade que o impeli a obedecer a Palavra de Deus.

Em 2 Coríntios 4, Paulo fala sobre a perseguição e as ameaças que enfrentou constantemente. Todos os dias havia um novo perigo para ele, uma nova trama para silenciar sua pregação e uma nova ameaça à sua vida. No versículo 11, ele diz que ele e seus companheiros foram “constantemente entregues à morte por causa de Jesus”. Nunca houve um momento em que ele não estava em perigo por pregar a verdade de Deus.

Por que ele viveria uma vida que o convidasse a esse tipo de perseguição? Ele nos responde em 2 Coríntios 4:13-14:

Tendo, porém, o mesmo espírito da fé, como está escrito: Eu cri; por isso, é que falei. Também nós cremos; por isso, também falamos, sabendo que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus também nos ressuscitará com Jesus e nos apresentará convosco.

“Eu acreditei, por isso falei”. No tocante a Paulo, ele não tinha outras opções. Sua crença no Senhor o compeliu a pregar a verdade, apesar dos perigos que enfrentou. Isso é convicção.

John Bunyan passou 12 anos na prisão, mas não foi a pedra e o ferro que o mantiveram lá. Ele poderia ter ficado livre se simplesmente concordasse em parar de pregar. Ao invés disso, ele escreveu:

Se nada for feito, a menos que eu faça da minha consciência um açougue contínuo e um matadouro, a não ser que eu apresente meus próprios olhos, eu me comprometo com o cego para me liderar; eu tenho convicção no Deus Todo-Poderoso como sendo minha ajuda e meu escudo, contudo sofrendo. Se esta vida frágil puder continuar por um longo tempo, até que o musgo cresça sobre minhas sobrancelhas, e assim eu não violar minha fé e meus princípios.

Suas convicções não permitiam que ele se comprometesse, sem importar o custo.

Quando você lê a Bíblia, não está apenas tentando conhecê-la academicamente. Você está estudando a Palavra de Deus para desenvolver um conjunto de convicções que governam sua vida, informam sua consciência e orientam você para uma maior semelhança com Cristo.

A verdade bíblica é estabelecida em sua mente através da cognição; essa mesma verdade guia sua vida através da convicção.

O terceiro passo no processo bíblico de santificação é a afeição. Ao longo da Escritura, vemos repetidas vezes que o povo de Deus ama sinceramente a verdade. Como Davi afirma no Salmo 19, a Palavra de Deus é “mais desejável do que o ouro, sim, mais do que o ouro fino; mais doce do que o mel e as gotas do favo de mel”. Separe um tempo nos próximos dias e leia o Salmo 119, acompanhando todas as vezes que David diz que ama e se deleita na Lei do Senhor. Amar a Palavra de Deus é um tema inescapável em todos os salmos, e é uma atitude que refletirá no processo de nossa santificação.

Se realmente você está crescendo espiritualmente, você não lê a Bíblia como mera educação. Você não a lê como uma curiosidade, simplesmente para estimulação intelectual. Você não a estuda apenas para ganhar um argumento. Você não se aproxima de forma casual ou descuidada, e você não ignora a sua verdade.

Se você está realmente crescendo, você vai às Escrituras ansioso pelo alimento espiritual inigualável que ela fornece. Assim como Pedro escreveu: “Como bebês recém nascidos, desejem o leite puro da palavra, para que, por ela, cresçam” (1 Pedro 2:2). Seu carinho e fome pela verdade de Deus será insaciável, e nada o impedirá.

Todavia, você realmente não amará a Palavra de Deus se ainda não estiver moldando a forma como você vive. E você não pode moldar a forma como vive se não a conhece. É por isso que qualquer método ou padrão para o crescimento espiritual que não comece com o estudo da verdade de Deus não pode levá-lo a verdadeira santificação.

 

 

Autor: John MacArthur

Tradução: Leonardo Dâmaso

Fonte: Grace To You

Divulgação: Reformados 21

 

 

Reformados 21. Todos os direitos reservados. Você está autorizado a compartilhar os artigos deste site para republicações, desde que informe o autor, tradutor (quando houver) e as fontes principais e intermediárias, inclusive o Reformados 21. Não é permitido a alteração do conteúdo original e a utilização para fins comerciais.

Leonardo Dâmaso
Leonardo Dâmaso
Mineiro, de Divinópolis. Criador e editor-chefe do Reformados 21. Servo de Cristo, músico, compositor, teólogo, escritor, apologista, tradutor e bloqueiro. Faço parte da JET - Junta de Educação Teológica do IRSE - Instituto Reformado Santo Evangelho.