É necessário que o pastor governe bem a própria casa (1Tm 3.4)

Share

É um erro comum entre aqueles que se sentem chamados a plantar ou pastorear igrejas: alguns homens têm o desejo de liderar a igreja antes de liderem as suas famílias. Na verdade, alguns rapazes parecem estar dispostos a liderar a igreja ainda que isso resulte no detrimento de suas famílias! Ambas as opções são inaceitáveis para Deus. Ele impõe uma questão que não oferece múltiplas opções de respostas:

“E que governe bem a própria casa, criando os filhos sob disciplina, com todo o respeito (pois, se alguém não sabe governar a própria casa, como cuidará da igreja de Deus?)” (1 Timóteo 1.4-5).

Uma das coisas mais chocantes sobre qualificações bíblicas para pastores é que as Escrituras assumem que a casa revela e valida um líder. Paulo é cristalino nesse ponto:

“esposo de uma só mulher” (1 Timóteo 3.2; Tito 1.6).

“hospitaleiro” (1 Timóteo 3.2; Tito 1.8).

“…governe bem a própria casa, criando os filhos sob disciplina, com todo o respeito” (1 Timóteo 3.4).

“…que tenha filhos crentes que não são acusados de dissolução, nem são insubordinados” (Tito 1.6).

E não é segredo que muitas outras qualificações mencionadas por Paulo serão testadas e reveladas repetida e inescapavelmente em casa:

“sóbrio” (1 Timóteo 3.2; Tito 1.8).

“apto para ensinar” (1 Timóteo 3.2).

“não arrogante, não irascível” (Tito 1.7).

“justo, piedoso, que tenha domínio de si” (Tito 1.8).

Mesmo uma breve olhada nas listas de Paulo demonstram que o jeito mais rápido de averiguar se um homem é chamado a liderar a igreja é tomar tempo vendo quão efetivamente ele lidera a sua esposa e filhos. Se ele lidera bem, as suas vozes confirmarão com clareza o seu chamado e testificarão a sua credibilidade.

O lar é o microcosmo da igreja. Se um homem não consegue liderar o seu lar eficazmente, como ele liderará a igreja?

 

 

Autor: Dave Harvey

Fonte: Voltemos ao Evangelho

Marcos Frade
Marcos Frade
Mineiro, de Belo Horizonte. Profissional de TI por paixão, estudante de Teologia por chamado. Criador e editor da página Suprema Graça, no Facebook. Atuo como editor e na área de manutenção no Reformados 21. Faço parte da JET - Junta de Educação Teológica do IRSE - Instituto Reformado Santo Evangelho.