10 qualidades que todo pastor deve ter

Share

A Escritura deve ser o nosso primeiro guia ao avaliarmos o desejo de um jovem pelo ministério pastoral (1Timóteo 3.1-7; Tito 1.5-9; 1Pedro 5.1-4). Este plano precisa, então, ser avaliado pelo desejo do jovem pela obra (chamado interno), e em seguida pelos pastores e congregação de sua igreja local (chamado externo). Embora essas qualidades bíblicas sejam úteis, elas não são exaustivas.

Assim, aqui estão 10 outras características que eu busco, as quais eu sinto que não necessariamente são fatores impeditivos, mas, ainda assim, são muito importantes para o ministério pastoral e se inserem na estrutura do fruto do Espírito na vida de um cristão:

 

  • Um amor profundo e preocupação pelas pessoas e pelas almas.
  • Um amor evidente e pessoal por Jesus.
  • Uma personalidade cordial, com a qual as pessoas se sintam bem.
  • Uma capacidade ímpar para compreender e explicar a Palavra de Deus
  • Uma capacidade de se envolver emocionalmente com as pessoas, tanto em público quanto em privado.
  • Um comunicador capaz de se fazer entender.
  • Uma consciência autêntica e honesta quanto ao seu coração e quebrantamento pessoal.
  • Um espírito manso e humilde.
  • Uma posse evidente de sabedoria e discernimento para enfrentar a vida e lutas.
  • Uma forte capacidade de empatia em relação a uma pessoa que sofre.

 

Pastores, busquem estas características nos futuros pastores de suas igrejas e considerem o seu próprio caráter à luz dessas qualidades.

 

 

Autor: Brian Croft

Fonte: Pratical Shepherding

Tradução: Camila Rebeca Almeida

Revisão: William Teixeira

Via: Voltemos ao Evangelho

Leonardo Dâmaso
Leonardo Dâmaso
Mineiro, de Divinópolis. Criador e editor-chefe do Reformados 21. Servo de Cristo, músico, compositor, teólogo, escritor, apologista, tradutor e blogueiro. Faço parte da JET - Junta de Educação Teológica do IRSE - Instituto Reformado Santo Evangelho.