Cristo no Salmo 110.1

Share

E, falando Jesus, dizia, ensinando no templo: Como dizem os escribas que o Cristo é filho de Davi? O próprio Davi disse pelo Espírito Santo: O Senhor disse ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita Até que eu ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés. Pois, se Davi mesmo lhe chama Senhor, como é logo seu filho? E a grande multidão o ouvia de boa vontade (Marcos 12:35-37).

 

Na primeira porção deste capítulo já verificamos como os inimigos de nosso Senhor esforçaram-se sobremaneira para apanhá-Lo “em alguma palavra”. Vimos como os fariseus, os saduceus e os escribas, um após outro, propuseram-Lhe perguntas difíceis — questões que, segundo facilmente podemos observar, fomentavam muito mais as dissensões do que a edificação espiritual. A passagem que passamos a comentar tem início com uma pergunta de caráter bem diferente. O próprio Senhor Jesus foi quem a propôs. Ele perguntou aos seus adversários a respeito do Cristo e do significado das Santas Escrituras. Tais indagações são sempre verdadeiramente proveitosas. Quão bom seria, para a igreja de Cristo, se as discussões teológicas girassem menos em torno de trivialidades e mais em torno de questões importantes, envolvendo coisas necessárias à salvação de nossas almas.

Destes versículos aprendamos o quanto foi ensinado acerca de Cristo nas Escrituras do Antigo Testamento. Nosso Senhor queria revelar a ignorância dos mestres judeus acerca da verdadeira natureza do Messias. Jesus fez isso aludindo a uma passagem do livro de Salmos, demonstrando que os escribas não a compreendiam corretamente. Ao assim fazer, Ele nos mostrou que um dos assuntos sobre os quais Davi fora inspirado a escrever, pelo Espírito Santo, versava sobre Cristo.

Sabemos, por meio das próprias palavras de nosso Senhor, em uma outra passagem bíblica, que as Escrituras do Antigo Testamento “testificam” a seu respeito (Jo 5:39). Elas foram dadas com o intuito de ensinar aos homens a respeito de Cristo, por intermédio de tipos, figuras e predições, até que Ele mesmo aparecesse sobre a terra. Nunca deveríamos esquecer esse fato em nossa leitura do Antigo Testamento; e, sobretudo, ao lermos os Salmos. Jesus Cristo, sem dúvida, pode ser encontrado em cada parte da lei e dos profetas; entretanto, Ele transparece fortemente no livro de Salmos. Suas experiências e sofrimentos, por ocasião de sua primeira vinda a este mundo, bem como a sua glória e o seu triunfo final, na sua segunda vinda, são os principais temas de inúmeros trechos, naquela admirável porção da Palavra de Deus. É veraz a declaração que, na leitura dos Salmos, podemos encontrar tanto Cristo quanto Davi.

 

 

Autor: J.C.Ryle

Fonte: Meditações no Evangelho de Marcos, pág.158-159. Editora: Fiel

Via: Congregação Puritana Livre

 

Reformados 21
Reformados 21

Site de Teologia e Apologética, cujo intuito é evangelizar, discipular, ensinar, combater as heresias e defender a fé cristã.