Como saber como satanás está tentando você

Share

Martinho Lutero certa vez comparou o cristão a um homem bêbado tentando andar a cavalo. É uma comparação comicamente adequada. Este homem sobe por um lado do cavalo, e imediatamente cai do lado oposto. Aí ele sobe daquele lado, e cai direto pelo outro. Lutero quer dizer que, como Cristãos, somos propensos a extremos. Quando não estamos virando bem longe em uma direção, estamos desviando demasiadamente em outra.

Uma das áreas nas quais somos levados a extremos é a área de Satanás e seus demônios, e suas obras neste mundo. Alguns cristãos são tão obcecados com a atividade satânica que não conseguem conversar sobre nada mais. Outros cristãos são tão alheios a isso que preferem não falar sobre o assunto de maneira alguma. No entanto, como é frequentemente o caso, a Bíblia nos direciona a um equilíbrio muito melhor onde estamos cientes, mas não obcecados, onde estamos conscientes das atividades de Satanás, mas igualmente convencidos da vitória de Cristo.

A Bíblia nos assegura que satanás é ativo neste mundo. Apesar de ser um inimigo derrotado que, como diz Lutero, “já condenado está,” ele continua sendo um inimigo perigoso. Ele é como uma cascavel que, embora esmagada, continua a se debater nos seus espasmos mortais. Sua mordida continua mortal e encharcada de veneno.

Satanás odeia Deus e odeia qualquer um criado à imagem de Deus. Ele tem feito um longo e intenso estudo da humanidade. Ele conhece nossos pontos fortes e fracos. Ele conhece nossos desejos secretos. Satanás sabe como personalizar artesanalmente tentações perfeitas para cada um de nós.

No seu livro Tempted and Tried (Tentados e Provados), Russell Moore sugere uma forma de pensar como Satanás pode estar tentando você:

Imagine que você pudesse fazer qualquer coisa, você pudesse fazer acontecer exatamente como você desejasse, e então pudesse voltar e reverter o tempo para que aquilo jamais tivesse acontecido – sem consequências para a sua vida, seu trabalho, sua família, ou para o Dia do Julgamento. O quê você faria? Qualquer pensamento que venha à mente pode ser uma provável ideia a respeito de onde os seus desejos estão sendo formados.

O que seria? Sua resposta será diferente da minha resposta. Nós somos seres peculiares, com desejos peculiares e tentações peculiares. Onde quer que você pudesse pecar sem consequências e sem julgamento, onde quer que você pudesse realizar um desejo mal sem o medo de repercussão, será exatamente o tipo de lugar onde Satanás tentará você. À medida que ele guia você em direção ao pecado, ele finalmente irá convencê-lo de que você pode pecar sem sofrer consequências. Ele te convencerá de que você pode sair ileso. Afinal, essa é a mentira que ele contou para Adão e Eva, isso é, que eles poderiam pecar com impunidade. Embora os tempos tenham mudado, suas estratégias continuam sendo praticamente as mesmas.

Onde você pecaria se você pudesse pecar – pode muito bem ser o lugar onde você pecará quando você for tentado a pecar.

 

 

Autor: Tim Challies

Fonte: challies.com

Tradução: Nayara Andrejczyk

Via: Reforma 21

Reformados 21
Reformados 21
Site de Teologia e Apologética, cujo intuito é evangelizar, discipular, ensinar, combater as heresias e defender a fé cristã.